terça-feira, 12 de maio de 2009

Caminhar no claustro com a Luz...


1 comentário:

saudadesdofuturo disse...

Entre as cores da vida que são as que escolheu e da cor que as escolheu... Entre a vida e o sentido holístico dela, na relação de tudo com tudo, para que tudo faça sentido, parei aqui nesta luz.
E a nossa sintonia nasce na simultaneidade de uma imagem no outro jardim que me deixou... Surpresa! Quando vi aqui os claustros e a Luz. Algo me subiu na alma, mas não era uma prece, era talvez Saudade do Templo e do bosque. Saudade de não ser, mas participar desse não ser, dessa centelha...

Da construção do temp(l)o e na fusão de tudo com tudo, na relação entre tudo e no deserto de nós; nessa gruta sagrada, silenciosa, pacífica onde estamos em casa e somos a Casa.

Um abraço n'Isso que nos une.